sexta-feira, 22 de julho de 2011

O nosso reino

O nosso reino foi o primeiro romance do já aqui comentado Valter Hugo Mãe jovem escritor português e uma das grandes referências literárias da actualidade no nosso país.
Temos, num passado recente, vindo a ler a poderosa obra de Hugo Mãe. O nosso reino faz parte de uma tetralogia (conjuntamente com O remorso de baltazar serapião, O apocalipse dos trabalhadores e A maquina de fazer espanhóis – os dois últimos já aqui analisados). Aparentemente começámos pelo final. No entanto o facto de fazerem parte de uma tetralogia não impede que estas obras possam ser lidas de forma autónoma.
Hugo Mãe é um escritor de excepção. Não tendo uma escrita de fácil leitura oferece aos seus leitores livros muito poderosos e que abordam assuntos bem diferentes daqueles que habitualmente invadem a literatura contemporânea.
Hugo Mãe, em O nosso reino é traz-nos a narração, na primeira pessoa, da vida de uma jovem criança que vive confrontada com duas temáticas avassaladoras: a morte e Deus. Numa vertigem violenta, a personagem vê família e amigos desaparecerem num cataclismo emocional tremendo.
O nosso reino é um grande livro embora de difícil leitura. Aconselhável a quem procura emoções fortes e livros pouco vulgares e àqueles que pretendem ler boa literatura portuguesa.

2 comentários:

Moura Aveirense disse...

Eu comecei pela poesia de valter hugo mãe, que é muito forte, crua e poderosa! Da próxima aventuro-me por um dos romances... qual aconselha que comece?

Filipe de Arede Nunes disse...

Talvez pelo primeiro, este o nosso reino, que faz parte de uma tetralogia.

Cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes