segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Crónica de uma Morte Anunciada

Crónica de uma Morte Anunciada é uma obra extraordinária obra do escritor colombiano Gabriel Garcia Márquez, prémio Nobel da Literatura em 1982.
Crónica de uma Morte Anunciada não foi o primeiro livro que tivemos oportunidade de ler deste Garcia Márquez. Há uns anos lemos Cem anos de Solidão e O Amor em Tempos de Cólera, dois dos mais magníficos livros escritos nos últimos cinquenta anos e que revelam bem o génio deste fenomenal escritor colombiano.
É que Garcia Márquez é um escritor ao bom estilo sul-americano. Obras repletas de uma quente sedução, com personagens ritmadas e ambientes descritos com uma velocidade estonteante talvez porque o mundo sul-americano se vive com outra intensidade!
E Crónica de uma Morte Anunciada não foge à regra. O narrador, que também é personagem, narra, alguns anos depois de decorridos os factos, com pormenor jornalístico, a morte, ou o assassinato, ou o crime de Santiago Nasar, acusado por uma noiva na noite de núpcias de desonra!
A história é contada a um ritmo alucinante. As personagens são exploradas divinamente e o leitor é violentamente impelido a ler página atrás de página em perfeita sofreguidão.
Garcia Márquez, como se sabe, é genial e encara o verdadeiro espírito latino porque não tem receio de violentar o leitor com as descrições mais verosímeis e cantadas. Crónica de uma Morte Anunciada é um livro fantástico e merece ser lido por todos os verdadeiros amantes da literatura.

Sem comentários: