sábado, 23 de maio de 2009

As velas ardem até ao fim

As velas ardem até ao fim é um maravilhoso e portentoso romance de Sándor Márai escritor de origem húngara.
Dizem algumas críticas que este é um romance sobre a amizade entre dois homens que se encontram mais de quarenta anos depois de se verem. A nossa visão é ligeiramente diferente: este é um romance sobre a tristeza, a solidão e a dúvida.
Márai relata-nos o encontro em dois homens velhos que se encontram muitos anos depois de um adeus nunca dito e de terem vivido uma amizade tão forte como a paixão. O ambiente da narrativa é pesado. Castelos, caça, a riqueza de uns e a miséria de outros. Os factos apresentados e os longos monólogos da personagem principal têm a força de punhais aguçados.
Márai é um escritor de mão cheia. Escreve com uma harmonia inesperada e sensual. As palavras que escolhe, as imagens que desenha, a qualidade dos caminhos que percorre, a sobreposição dos factos são de uma qualidade pouco vista. Interessante ainda, é o facto de a parte principal da narrativa se desenrolar num espaço temporal relativamente curto.
As velas ardem até ao fim é um livro fascinante e provavelmente um dos melhores que tivemos oportunidade de ler nos últimos anos, pelo que, não poderíamos deixar de o recomendar com toda a certeza de ser uma boa escolha para a grande maioria dos leitores.

5 comentários:

Paula disse...

"As Velas Ardem até ao Fim" de Sándor Márai é um dos meus livros preferidos :)
Genial a escrita de Márai neste romance, a forma como descreve as relações a amizade e também como nos mostra no fim do romance que não devemos ficar preso a nenhum passado.
Este romance é basicamente um diálogo entre dois amigos. Em que um deles questiona e ele mesmo responde a todas as questões colocadas por si. Adorei este romance de Márai.

djamb disse...

Gostei muito deste livro, embora saiba que não foi no momento "exacto", pelo que não o apreciei tanto como a maioria das pessoas que o leram. Contudo, gostei muito da sua escrita e da sua clareza face a temas e questões levantadas no desenrolar da conversa

Nocturna disse...

De facto «As Velas Ardem Até ao Fim» é um livro fascinante. Concordo com a sua leitura ,de que é mais um romance sobre a solidão do que sobre a amizade de dois homens.
De tal forma fiquei conquistada por este romance, que li todos os outros livros do mesmo autor, editados em Portugal. Só gostei menos do romance mais recentemente publicado, «Os Rebeldes».
De qualquer forma a descoberta de Sándor Márai foi o prazer de encontrar um grande escritor, que descreve com muito rigor todos os meandros da alma humana.
Um abraço
Nocturna

Mariana Rodrigues disse...

É sem dúvida um livro fabuloso. De acordo com as críticas que li e ouvi tinha a ideia de ser um bom livro, mas excedeu as minhas expectativas.

Fascinante e extremamente bem escrito.

Leiam(-no) ;)

Jojo disse...

Oi!
Eu ando louca à procura deste livro.Parece ser muito bom com críticas destas.