quinta-feira, 5 de junho de 2008

O Processo

O Processo, é uma obra de Franz Kafka, escritor checo que tem uma maravilhosa obra escrita que o qualifica como uma dos maiores génios literários do século XX.
Esta obra conta a estória de Josef K., funcionário de um banco, que se vê confrontado com um processo, sendo os contornos desse processo, o tema da narrativa.
Durante todo o livro, K., desenvolve todos os esforços para encontrar uma solução para o problema em que se viu envolvido. Entra dentro de um labiríntico sistema processual, onde nunca chega a conhecer o motivo pelo qual se viu envolto em tão obscura situação.
No desenrolar da sua demanda em busca da prova de uma inocência que desconhece o crime, K. é confrontado com diversas personagens que caracteriza o sistema judicial, desde os meros funcionários judiciais, aos juízes, passando naturalmente pelos advogados e outros arguidos.
O Processo pode ser uma excelente metáfora sobre o sistema judicial. Kafka, formado em Direito, exerceu durante algum tempo da sua vida a advocacia. Talvez o exagero da metáfora pareça evidente, mas ainda hoje são milhentos os exemplos de arguidos presos sem culpa formada o que é próprio dos Estados onde a democracia é apenas um conceito vão.
Esta obra pode ainda encerrar uma crítica do autor à personagem. Josef K. assume durante quase toda a narrativa uma sobranceria e uma arrogância anormais. Ainda que desconheça os motivos que justificam o seu processo, a forma como a personagem principal se movimenta nos seus meandros suscita dúvidas sobre a sua correcta postura ou não. Talvez a certeza inicial que não seria condenado, seja a gota de água que faltava para o seu fim.
O Processo é uma obra de génio. Só uma mente superior poderia imaginar a intrincada narrativa que Kafka nos proporcionou.
Ao contrário do que se possa dizer, este não é um livro enfadonho. Lê-se num ápice. Ademais, é uma das obras clássicas que devem fazer parte não só nas bibliotecas pessoais de cada leitor, mas também do imaginário de cada um de nós.
Obviamente, aconselhamos a leitura de O Processo.

Sem comentários: