sexta-feira, 30 de maio de 2008

A Rapariga que Inventou um Sonho

A Rapariga que Inventou um Sonho é um livro de contos de Haruki Murakami, famoso escritor japonês.
Esta obra que reúne 24 contos escritos por Murakami entre 1981 e 2005 é um elogio à arte de bem escrever.
Cada um dos pequenos textos conta a história de uma personagem diferente, quando confrontada com um acontecimento ou uma imagem fora do vulgar.
Murakami, além de escrever sedutoramente, é um escritor absolutamente louco. Cada uma das suas histórias é fruto de uma imaginação mirabolante, de uma ideia que à partida pode ser mesmo absolutamente descabida, chegando ao ponto de um leitor absolutamente racional poder achar o livro demasiado longe da realidade, absolutamente fantasioso.
Apesar de considerarmos que Murakami sai fora do padrão habitual do que se escreve, a verdade é que este autor fala de pessoas e retrata-as de uma forma tão profunda que por vezes chegará ao mais intimo intelecto, aquele onde os nossos pensamentos fogem também por vezes dos cânones da normalidade.
Sou um fã de Murakami. Bebo cada uma das suas frases como se fosse a último e tento dosear a leitura dos seus livros. Não quero acaba-los já. Quero saber que depois de tantos livros que apenas nos trazem algo que pode ser expectável, existe sempre uma ideia de Murakami que nos ilumina e nos permite sonhar.
Aconselho vivamente, não apenas este livro, mas toda a sua obra. Murakami é um best seller mundial. Provavelmente não serei apenas eu que o considero verdadeiramente genial!

4 comentários:

Canochinha disse...

Adorei os dois livros que já li dele (Kafka à Beira-Mar e Sputnik, Meu Amor) e concordo plenamente com tudo o que dizes! Ele é realmente genial.

rotten_apple disse...

Gostei muito do seu blogue e prometo voltar.
Beijo.

Mónica Colaço disse...

Confesso que ainda não me sinto preparada para ler Haruki Murakami. Adquiri este livro e não consegui passar do primeiro do primeiro conto.
Provavelmente não estaria no estado de espírito correcto para ler Murakami pelo que ainda mantenho este livro na minha estante e não passou directamente para o BookMooch para fazer as delícias de algun outro apreciador.

Lucie disse...

Acredita, não és o único a achã-lo genial... mas eu sou completamente suspeita!!!
Achei piada a dizeres que Murakami "é um escritor absolutamente louco." porque eu acho o contrário, quando leio os livros dele parece-me que ele consegue discernir a realidade com uma lucidez arrepiante!!!!

:)

Vou ficar à espera da crítica ao Kafka!!!