sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

A Relíquia

A Relíquia é um das obras do mestre Eça de Queirós que conta a história de Teodorico Raposo, jovem bacharel em Leis que habita com a sua rica e velha Tia – D. Patrocínio das Neves – típica beata portuguesa, com a qual mantém uma relação algo distante, apesar das múltiplas inflexões ao longo da história.
Durante a narrativa, Teodorico, jovem e boémio procura através da prática de uma vida – aparentemente – casta cair nas boas graças da sua tia e herdar sua grande fortuna que parece estar prometida à Igreja.
Apesar das suas tentativas, Teodorico raramente consegue resistir aos seus mais animalescos impulsos.
Quando finalmente a tia Patrocínio das Neves ganha alguma confiança com Teodorico, este faz em seu nome, uma viagem à Palestina em peregrinação, com a promessa de trazer para titi uma grande relíquia.
Longe dos olhares da sociedade lisboeta e das rígidas regras da sua tia, Teodorico prossegue a sua vida de deboche nas grandes cidades do Oriente, até finalmente chegar a Jerusalém, onde em sonho, se imagina a assistir ao julgamento de Jesus Cristo, até finalmente regressar a Lisboa para o epíteto final da história.
Eça de Queirós é sarcástico e mordaz na crítica social que faz.
Acreditamos, que mais do que a crítica à hipocrisia de Teodorico, a maior crítica se faz a uma certa beataria portuguesa do século XIX. As personagens tipo criadas por Eça, na sublime e magnífica descrição em que o autor é exemplar, conjuntamente com os cenários detalhados e perfumados, dão um colorido especial a esta obra que naturalmente aconselhamos.

1 comentário:

beta disse...

"A Relíquia" é um dos meus livros preferidos do Eça. é muito divertido e tem uma critica social bem exposta, que se vê noutros livros do Eça, por vezes mais disfarçada ( o caso dos "Maias").

É-me impossível não ver uma referência Á "Reliquia" e não sorrir...